Quem deseja ter o fruto de vida Jesus, deve ter a árvore da vida que é Maria.

163. No citado livro de M. Boudon podem ver-se os nomes dos diferentes Papas que aprovaram esta devoção, dos teólogos que a examinaram, as perseguições suscitadas contra ela e sobre as quales triunfou e as milhares de pessoas que a abraçaram sem que jamais nenhum Papa a tenha condenado.

E é porque não se poderia condenar sem trastornar os fundamentos do cristianismo.

Consta, pois, que esta devoção não é nova. E se não é comum se deve ao fato de ser demasiado preciosa para ser saboreada e praticada por toda classe de pessoas.

164. 2) Esta devoção é um meio seguro para ir a Jesus Cristo.

Efetivamente é ofício da Sma. Virgem conduzir-nos com toda segurança a Jesus, assim como o d’Ele é levar-nos ao Pai com toda segurança.

Não se enganem, pois, as pessoas espirituais crendo falsamente que Maria os impeça de chegar à união com Deus.

Porque, será possível que a que achou graça diante de Deus para todo o mundo em geral e para cada um em particular, estorve as almas em alcançar a inestimável graça da união com Jesus?

Será possível que a que foi total e super-abundantemente cheia de graça e tão unida e transformada em Deus que o obrigou a encarnar-se n’Ela, impeça a alma de viver unida a Deus?

Certamente que a vista das otras criaturas, mesmo santas, poderá em ocasiões retardar a união divina, mas não Maria como eu disse e não me cansarei de repetir.

Uma das razões que explicam porque são tão poucas as almas que chegam ao amadurecimento em Jesus, é que Maria que agora como sempre é a Mãe de Cristo e a Esposa fecunda do Espírito Santo não está bastante formada nos corações.

Quem deseja ter o fruto maduro e bem formado, deve ter a árvore que o produz. Quem deseja ter o fruto de vida Jesus, deve ter a árvore da vida que é Maria.

Quem deseja ter a obra do Espírito Santo, deve ter a sua Esposa fiel e inseparável, a excelsa Maria, que lhe faz fértil e fecundo, como dissemos antes.

165. Persuada-te, pois, de que quanto mais buscas a Maria em tuas orações, contemplações, ações e padecimentos se não de maneira clara e explícita, ao menos com um olhar geral e implícito mais perfeitamente acharás a Jesus, que está sempre em Maria, grande e poderoso, dinâmico e incompreensível, como não o está no céu nem em nenhuma outra criatura do universo.

Assim, a excelsa Maria, toda transformada em Deus longe de impedir os perfeitos da chegada à união com Deus é a criatura que nos ajuda mais eficazmente em obra tão importante.

E isto, em forma que não há nem haverá jamais outra igual a Ela, pelas graças que para isso nos alcança pois como disse um Santo, “ninguém se enche do pensamento de Deus senão por Ela; por causa das ilusões e enganos do espírito maligno, do qual Ela nos livrará.

Por:  São Luís Maria de Montfort

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: