Carta aberta ao Cardeal Burke, pelo seu testemunho diante da Igreja em sua fidelidade ao Magistério da Santa Madre Igreja.

adelante la fe

adelantelafe.com

cardenal burke

Carta aberta ao Cardeal Burke

Padre Juan Manuel Rodriguez de la Rosa – 8 abril, 2015

Sua Eminência Reverendíssima Cardeal Burke,

Dirijo-me a sua Eminência com a admiração e respeito por sua pessoa, ao dar público testemunho diante da Igreja por sua fidelidade ao Magistério da Santa Madre Igreja.

Sr. Cardenal, o senhor tem sido repudiado como o foi Nosso Senhor Jesus Cristo, simplesmente por ser seguidor da Verdade da Igreja que recebemos pelo depósito da fé, e que o homem não pode tergiversar. O senhor foi humilhado sendo afastado de seu cargo e privando-nos de sua sabedoria, e relegado-o a um cargo secundário. Porém o senhor é o pastor de Deus que nos guia com sua palavra e seu exemplo. Sua postura firme e sem dúvidas recorda a Abraão, que acreditou e não duvidou. Acreditou em Deus e deixou que Ele agisse nele. E assim agiu o senhor, Sr. Cardeal.

Cardeal Burke, o senhor carregou a Cruz que outros deixaram caída, e está reparando por isso. “Verão aquele que traspassaram”. Isto é o que está fazendo, enquanto outros afastam seu olhar, preferindo olhar as complacências do mundo. O senhor segue velando ao pé da Cruz de Cristo.

Com suas Santas Missas Tradicionais, Sr. Cardeal, está reparando, diante de Deus, da maneira mais perfeitíssima que se possa fazer, pelas ofensas a Deus cometidas por quem tem traído a Palavra de Deus, e por aqueles que levantando sua cabeça como as tartarugas, e em seguida a escondem debaixo da caparaça.

Estamos sendo provados por Deus, Nosso Senhor, estamos sendo provados em nossa fidelidade a Sua Palavra. São tempos de confusão dentro da Igreja. São tempos de falsos pastores. São tempos em que não podemos duvidar se não queremos por em perigo a salvação de nossa alma, e a de muitíssimas almas das quais somos e seremos responsáveis diante do Tribunal de Deus Todo-poderoso.

Eminência, o senhor disse com firmeza que “resistirá”, ou seja, que permanecerá fiel ao Magistério da Santa Madre Igreja. Permita-me dizer-lhe: um homem vale o que vale sua palavra; e um homem transmite a verdade de sua palavra.

Um servidor, Sr. Cardeal, quer compartilhar com o senhor a fidelidade ao Magistério recebido da Tradição, e quer “resistir” ao lado de sua Eminência.

Abençoe-me e abençoe a todos os que lhe seguem e lhe seguirão.

Humildemente e respeitosamente em Jesus Cristo Sumo e Eterno Sacerdote.

Padre Juan Manuel Rodriguez de la Rosa.

Las Rozas de Madrid, 26 de março 2015.

crucifixo_004

http://www.adelantelafe.com/carta-abierta-al-cardenal-burke/?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: